ECT traz ameaças aos trabalhadores em primeiro dia de negociação

 In Notícias, Uncategorized

Ontem (12), foram oficialmente iniciadas as negociações dos trabalhadores de Correios, na sede da Universidade Correios, após mais de um mês de atraso, por culpa da ECT. Para evitar começar as reuniões do Acordo Coletivo de Trabalho (ACT 2017-18) no prazo, os representantes dos Correios recorreram à mediação do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e suspenderam, por duas vezes, a previsão do início da campanha salarial.

Na reunião desta terça-feira, a expectativa era de receber da empresa uma proposta a ser apresentada para toda a categoria. Porém, o foco do debate foi pela definição do calendário de negociação.

Por parte da ECT, foram apresentadas duas sugestões de cronograma:
1ª) Primeira reunião de ontem (12), seguindo as negociações até o dia 18 de setembro
2ª) Primeira reunião de ontem (12), seguindo até o dia 21 de setembro

A FENTECT decidiu respeitar o calendário tirado no 34º Conrep, e reafirmado no XIX Consin, negociando até o dia 18 deste mês, com assembleias no dia seguinte (19), e deflagração a partir das 22 horas do mesmo dia.

Porém, o presidente da ECT, Guilherme Campos, retomando os mesmos moldes da proposta do TST, sob ameaças de retirada de todos os direitos conquistados nos acordos coletivos anteriores, condicionou a extensão do atual acordo coletivo a não deflagração de greve.

Os trabalhadores dos Correios, no entanto, não se intimidaram e reafirmam a necessidade de serem mantidas as negociações. Para a categoria, a greve é um direito legítimo dos trabalhadores, garantido por lei, cabendo a eles a sua deflagração ou não.

Ao final da tarde, assessoria jurídica da FENTECT lançou uma nota de esclarecimento aos representantes sindicais e aos demais trabalhadores, sobre as ameaças da empresa no primeiro dia de negociações (veja a nota na íntegra, abaixo).

O Sintect-PI reafirma a importância do diálogo e da valorização da negociação coletiva direta, na busca por preservar os direitos e interesses de todos os trabalhadores, como defesa de todo o acordo coletivo de trabalho.

Por isso é importante a presença dos trabalhadores na Assembleia do dia 14/09, às 18h, no Pátio do Edifício Sede dos Correios. Precisamos estar unidos contra os ataque sda ECT! Por nenhum direito a menos!

Fonte: Fentect

 

Recent Posts

Fale Conosco

Contact Us