Todos à Assembleia do dia 26 de abril: Precisamos lutar para manutenção dos nossos direitos! Não aos ataques capitalistas!

 In Notícias, Uncategorized

Com a política de PRIVATIZAÇÃO colocada a todo vapor pelo governo golpista de Michel Temer, na qual os Correios estão na linha de frente, uma série de ataques vêm lesionando a saúde e vida dos trabalhadores ecetistas.

Como a direção da Empresa está sucateando para privatizar e, posteriormente, demitir, os problemas da categoria só aumentam. A ECT não contrata ninguém desde 2011, todavia, tem aberto o PDIA (Pedido de Dispensa Incentivada para Aposentados), onde o trabalhador tem se desligado da ECT até mesmo contra a vontade, sofrendo inclusive ameaças diretas do presidente da Empresa, Guilherme Campos, diante da recusa. Como se não bastasse, agora, no último período, os Correios implementou o famigerado DDA (Distribuição Domiciliária Alternada), onde o carteiro trabalha cotidianamente com as correspondências e  encomendas acumuladas dos dias anteriores e ainda com o quadro reduzido pela metade em todos os CDD’s.

Ou seja, os carteiros têm tratado o mesmo número de objetos que antes eram distribuídos equitativamente entre todo o efetivo das unidades. O excesso de serviço e a falta de trabalhadores fez com que aumentasse sistematicamente o absenteísmo, uma vez que a categoria não suporta mais a sobrecarga de trabalho. Esta situação tem gerado doenças ocupacionais de todos os tipos, física e psíquica. LER DORT, depressão, problemas de coluna, tendinites, dentre outras, são apenas alguns dos exemplos. Isso sem falar das doenças que são desencadeadas pelos assaltos, que não são poucas, como a síndrome do pânico.

Como se vê, existe todo um plano para sucatear os Correios para entregá-lo à iniciativa privada.  Não por acaso, o Presidente da ECT, Guilherme Campos, alegando “prejuízo” financeiro (que até hoje não foi comprovado por meio da abertura dos livros caixas da empresa), suspendeu as férias do pessoal com período concessivo iniciado em 2017 e, como se não bastasse, quer liquidar de vez com o plano de saúde, estabelecendo mensalidades em cima de um salário extremante defasado, que não suporta mais nenhum tipo de desconto, pois já foi demais subtraído pelo fundo de pensão.

Diante de tantas atrocidades, restou ao trabalhador produzir muito e ganhar pouco, adoecer, ser demitido, não ter direito a se aposentar e ainda ter de concorrer a uma vaga no mercado de trabalho com um exército de 13 milhões de desempregados.

É por conta de tudo isso que o SINTECT-PI está chamando todos os trabalhadores a participarem da Assembleia Geral, que acontecerá no dia 26 de Abril, para deliberação de greve a partir das 22h do mesmo dia, por tempo indeterminado. Não temos outra saída, a hora é de luta! Precisamos nos unir e lutar por nossos direitos! CORREIOS É UM PATRIMÔNIO DO POVO BRASILEIRO, VAMOS DEFENDÊ-LO!

ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

Data: 26 de Abril Horário: 18h
Local: Pátio do Ed. SEDE dos Correios, localizado na Rua 7 de Setembro, Centro, Teresina/PI.
PAUTAS:
•Deliberação ou não de Greve por tempo indeterminado a partir do dia 27/04;
•Participação da Greve Geral, dia 28/04, atendendo ao chamado das centrais sindicais.

Contra o desmonte dos Correios

Contra as privatizações e demissões!

Contra o fechamento de agências

Contra a falta de segurança nas agências

Pelo retorno da entrega diária

Pela abertura dos livros contábeis da empresa

Contra as reformas da Previdência e Trabalhista!

 

Recent Posts

Fale Conosco

Contact Us