Todos juntos contra os ataques do governo e o sucateamento dos Correios

 In Notícias, Uncategorized

A FENTECT preparou um informe para falar diretamente com os trabalhadores nessa hora em que é preciso reforçar a união da categoria. O drama lançado à mídia pelo Presidente Guilherme Campos tem refletido também nos clientes. Portanto, essa luta também é pela manutenção dos serviços de qualidade e eficiência ao público.

Nas últimas semanas, diversas ações têm sido promovidas para defender a estatal, patrimônio do Brasil. No Congresso Nacional, parlamentares se reuniram para declarar apoio aos trabalhadores e, ainda na casa, a audiência pública reforçou a vontade de muitos em manter o caráter público e social dos Correios. Internamente, as assessorias jurídicas das federações também estão a postos para defender os interesses dos ecetistas e repaldá-los na luta.

E as atividades continuarão. No dia 20 de abril, uma nova audiência pública na Câmara dos Deputados vai debater a situação dos Correios. Além disso, o Comitê em Defesa dos Correios e contra a privatização será instalado nesta semana.

Contra as reformas

O novo debate na Câmara sobre o desmonte promovido nos Correios será realizado após a votação das Reformas da Previdência e Trabalhista, que o governo federal quer impor aos brasileiros, programada para os dias 18 e 19 de abril. Mais um motivo para que os empregados da ECT estejam unidos a outras categorias e marquem presença no Congresso Nacional para pressionar os parlamentares. Nenhum ataque aos direitos dos trabalhadores do país será aceito.

Greve garantida

Vai ter greve no dia 26 de abril, sim, a partir das 22 horas, conforme deliberado no XVIII CONSIN. É preciso integrar atendentes, OTTs, administrativos, carteiros, técnicos e trabalhadores de nível superior para cumprir a decisão do Conselho e, dessa maneira, reforçar, também, o chamado das centrais sindicais para uma greve no dia 28 do mesmo mês.

Confira o informe na íntegra aqui.

Fonte: Fentect

Recommended Posts

Fale Conosco

Contact Us